01/03/12

O Horror, o Terror e o Suspense


O cinema de horror, tão fortemente disseminado pelos cinemas com forte apelo comercial, está cada vez mais mudando para melhor (não todos) em seus enredos e narrativas. Antigamente, os filmes de horror em sua grande maioria, apresentavam histórias com assassinos, monstros e outras ameaças que iam de encontro aos personagens principais, mas em praticamente todos os filmes, o mocinho ou mocinha conseguiam sobreviver, escapando do vilão depois de passar por inúmeros empecilhos e perder as pessoas queridas e amadas em mortes sangrentas. Mas desde esta época, pouquíssimos filmes apresentavam o mocinho/mocinha perdendo (morrendo) para o vilão e com a evolução da receptividade do público, mais e mais filmes passaram a dar um fim em todos os personagens principais, deixando o vilão vencer no final.
O fato de os mocinhos perderem e morrerem ao final dos filmes, mostra que o cinema de horror vem mutando e apresentando novas abordagens para assustar o público. Mas muitas pessoas ainda tem dúvidas se o filme que elas irão assistir é Horror, Terror ou Suspense. Vou tentar explicar brevemente as diferenças entre cada tipo, apesar de quase sempre eles andarem juntos nos filmes. Podemos dizer que tal filme é de Horror, Terror ou Suspense, mas na verdade ele pode ser dois ou até os três juntos, mesmo cada um ter uma característica diferente. Vejamos:
Horror
Tanto Horror como o suspense, surgiram da literatura, mas o primeiro romance classificado como Horror é O Castelo de Otranto (horror gótico), de Horace Walpole, escrito em 1764, que narrava acontecimentos dentro de um castelo medieval envolvendo sons fantasmagóricos, armaduras medievais e quadros que observam as pessoas. A partir daí, inúmeros outros contos e romances foram escritos e alguns dos principais autores de literature de horror são Edgar Alan Poe, H. P. Lovecraft e outros da mesma época. Com esta influência literária, o cinema acabou aproveitando-se destas narrativas tão envolventes e assustadoras para adaptá-las ao cinema.
Mas afinal, o que é o Horror?
Horror é uma sensação de repulsa, nojo ou espanto, causado por algo medonho, hediondo. Quando se vê uma cena forte de estupro, tortura, esquartejamento, que envolvam tanto humanos quanto seres extraterrestres ou monstros. É aquela vontade que temos de virar o rosto ou tapar os olhos para não ver aquela nojeira.
Terror
Podemos entender que Terror está dentro do termo geral Horror, mas é um pouco diferente. O Terror é o susto que levamos com situações propícias, geralmente acontecendo no clímax de um momento de suspense. Apresentam cenas e planos rápidos que nos causam aquele susto repentino, como um grito, a cara de um monstro ou um trem passando e apitando logo depois de uma cena silenciosa com um tom de suspense como o personagem abrindo a porta do armário para ver o que há ali dentro.

Suspense
Suspense é o clima em que os filmes de horror e suspense são inseridos. Um filme de horror ou terror sempre tem suspense, mas não necessariamente um filme de suspense possui terror ou horror.
No suspense, somos apresentados à uma situação em que nos colocamos no lugar do personagem e sentimos seu desconforto diante da situação. Alguns podem pensar “Mas se tem suspense, certamente tem horror ou terror, porque o vilão está à espreita”. O fato de o vilão estar à espreita não quer dizer que haverá horror ou terror. Alfred Hitchcock é reconhecido como o mestre do suspense e nunca fez um filme de horror (Psicose e Pássaros podem ser o mais próximo de Horror). Em Festim Diabólico, de 1948 (ao lado), Hitchcock nos apresenta a dois jovens que matam um amigo, colocam seu corpo dentro de um baú na sala de estar e convidam seu professor, a namorada e a família do jovem assassinado para jantar em uma mesa improvisada, montada em cima do baú. Temos aí a apreensão (suspense) de sabermos que o corpo do rapaz está ali dentro e de os convidados da festa não saberem disto e inúmeras vezes quase descobrem o corpo do infeliz, deixando-nos loucos e nos fazendo gritar para os convidados “ELE ESTÁ AÍ DENTRO! É SÓ ABRIR O BAÚ!”.
Vamos então ver um filme de Horror?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...